Rota RGB 05

Rota RGB 05
Siga a Rota RGB 05

sábado, 24 de setembro de 2016

138-Uma grande visita


   Éramos amigos de infância, passamos juntos toda essa fase de criança e quando adolescentes a vida acabou nos separando e não nos vimos mais, ela chegou a morar no mesmo prédio que eu e minha mâe a tratava como uma filha, era da casa, dormia aqui em casa quando seus pais precisavam sair à noite e assim fomos criados.
   Certo dia tocaram a campainha e ao atender me surpreendi com uma linda mulher, devido aos óculos escuros que usava acabei não reconhecendo mas era ela, minha amiga de infância.
   Abri a porta ela entrou me abraçou e eu ali só de cuecas, acabei me esquecendo esse detalhe e puxei para um abraço mais apertado, eu realmente me emocionei, mas ao vê-la pelo espelho não pude evitar uma ereção, ela ali na entrada do apartamento com uma bermuda de lycra enfiada na bunda(e que bunda) com uma minúscula calcinha e de costas para o espelho, fui à loucura.
   Ela então sentou-se no sofá e começamos a conversar e a conversa foi longa e nem vimos a hora passar, perguntei se ela não queria dormir ali que pela manhã eu à levaria para casa, sabia que morava na periferia e aquela hora nem ônibus tinha para ir para casa, ela aceitou fizemos um lanche e fomos assistir tv.
   Em uma cena da novela o ator principal abraçava a amiga e ficavam assim juntinhos olhando o mar, minha amiga então me olhou e perguntou se eu lembrava quando ficávamos assim e confesso que nem lembrei.
   Respondi com a sinceridade de sempre e disse que não lembrava mas se quisesse meu abraço teria à qualquer hora, ela apenas sorriu e perguntou se poderia tomar um banho e eu claro que disse que sim ela era de casa e assim ela foi. Ao sair me perguntou se eu ainda tinha aquelas amostras de lingerie que guardava e eu disse que agora vendia biquinis e era só ela escolher. Ao voltar ela estava com um modelo novo lindissimo que à deixou ainda mais gostosa e fez um desfile pra mim e eu a elogiei muito.
   Até que ela parou em minha frente e com as mãos na cintura perguntou se merecia um abraço, então à puxei e dei um abraço apertado com muito carinho, sentamos no sofá vimos mais um pouco de TV, conversamos e ela acabou adormecendo em meu ombro, ajeitei ela no sofá e fui para meu quarto, desliguei a TV.
   Como durmo tarde fiquei no quarto assistindo mais um pouco de Tv e resolví ir na cozinha beber um pouco de água, ao passar pelo sofá tive uma visão dos Deuses, minha amiga estava encolhida com aquela bunda toda esposta deliciosa e quase caindo do sofá, juro que foi por instinto, achei que fosse cair e coloquei as mãos em sua bunda segurando-a para não cair, só que o tesão bateu, ela tinha a pele lisinha e macia e aproveitei para alisar aquilo tudo, não resistindo e perdendo completamente a razão, afastei sua calcinha e cheguei naquela bucetinha que acariciei delicadamente, e coloquei a ponta da lingua, era toda deliciosa minha amiga e parecia estar em sono profundo, tirei então sua calcinha e abri suas pernas e aí sim caí de boca, aproveitei e tirei seu sutiã e chupei aqueles belos seios, mas parecia que estava me aproveitando de seu sono e fui para meu quarto, antes disso a vestí e a tapei com um lençol.
   No meio da madrugada acordei com ela na minha cama, me destapou e descobriu que eu estava nú, agora eu fingia dormir e ela fazia um gostoso boquete, me olhava nos olhos e voltava a chupar, quando de repente resolveu sentar em cima de mim e rebolou muito e assim passamos o dia inteiro, afinal de contas no dia seguinte era domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário