Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

A Coroa

E lá estava ela,já era coroa, beirava os sessenta anos, mas que mulher..., sensual, cheia de curvas, fala mansa e suave, e uma cara de sem vergonha como poucas vezes ele havia visto.
   estavam juntos em uma palestra em um grande hotel da capital, sentaram lado à lado, e como ele estava sempre escrevendo, isso acabou chamando a atenção da bela senhora.
   Então ela não resistiu e perguntou, o que ele tanto escrevia, ele respondeu que eram pequenos contos eróticos inspirados em belas mulheres que conhecia no dia a dia, ela suspirou profundo e perguntou, mas de que tipo? e ele já sentindo que a partida estava ganha respondeu: -do tipo que acaba em sexo bem gostoso, ela então perguntou sobre quem seria aquele conto ali especificamente e ele estufou o peito e disse em seu ouvido: -esse é contigo.
   A moça disse que estava hospedada no 34 e ele subiu com ela....



                                                                                                                      By …

Outra Coleguinha-By K-ren-t

Estava calmamente escrevendo um conto quando uma colega sentou-se ao meu lado, e se espantou ao ler o que eu fazia. Vale dizer que não era nem uma daquelas gostosonas, era magrinha e extremamente simpática e falante.
   Nesse dia ela estava com um decote generoso que mostrava os contornos de seus belos seios, até que bem grandes para uma moça tão magrinha.
  Ela sentou-se ao meu lado encostando seu seio direito em meu braço esquerdo, comecei a gostar daquilo, a cada encostada em mim, eu ficava mais animado e dava uma olhada em seus belos seios, através do decote é claro, que quase saltavam da blusa.Outra coisa que a bela fazia era tocar minha coxa cada vez que falava ou comentava algo sobre o texto, e cada vez mais aproximava a mão do meu sexo já durissimo.
   Eu então fui me animando e enquanto contava os detalhes dos contos, comecei à colocar a mão em sua coxa sempre que fazia algum comentário, fui me animando e ela tambem, e em dado momento ela colocou a mão sobre meu sexo…

Coleguinha

Desde o primeiro dia ela me chamou a atenção, um bom papo, inteligente, vinha da capital federal e era bem articulada para falar, poucas vezes conheci alguem assim em que o papo flui naturalmente e com ela foi assim.
   Ao descrevê-la vai parecer mentira, mas acima de tudo ela era o meu tipo de mulher, este'ticamente falando, rosto bonito, seios médios para grandes, pernas bem torneadas e uma bunda maravilhosa e arrebitada, embora ela fosse do tipo magrinha era um bundão.
   Estávamos sempre juntos, foram cerca de dois meses juntos todos os dias e a aproximação foi inevitável. Fui me aproximando lentamente e conquistando sua confiança.
  Lá pelo décimo dia, convidei-a para ir láem casa, pois queria mostrar algumas coisas relativas às aulas que estávamos tendo, tambem fui mostrando meus discos, meus livros, minhas revistas e foi aí que a coisa começou a ficar boa, pois ao ver algumas revistas eróticas ela perguntou porque tanta revista sobre aquele assunto e eu respondi que …

Patricia(1)-A Fita

Patricia é uma loira tipo Sheila Carvalho. com um corpo de dar inveja , e como gosta de meter, ela para é insaciável, não é fácil satisfazer- la ,sempre que a safada me liga, já sei, é pra dar uma , eu não perco tempo ,vou na hora , de uns tempos para cá a safada começou a inovar . ela gosta de se ver no espelho , então comprou uma câmera para filmar as nossa metidas e não é  que as filmagens ficaram boas? , como não podia ficar se ela é uma puta gostosa . certo dia ela deixou o Dvd no carro ,e manda lavá-lo, quando chega em casa ela percebe que o Dvd não está no carro e volta ao lava- rápido, pois já sabe, no minimo eles tiraram do carro para lavar e esqueceram de recolocar .chegando ao lava rápido ela vai entrando e vê que está tudo parado, que o expediente terminou e vê que alguns  funcionários estão na sala de espera assistindo a tv. ela entra e vê que eles estão vendo seu filme. Patricia não sabe se briga com os caras ou vai embora e deixa seu filme la , pensa:-e se eles c…