Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Um Dia de Deus Grego

Cheguei em casa naquela tarde e ví pela janela minhas duas vizinhas tomando banho de sol. Como sempre, fiquei observando por alguns minutos,(afinal de contas dividiamos o mesmo jardim e a mesma piscina, que era o que dividia nossas casas), então fui para meu banho. Comi alguma coisa leve e me deitei para ler um bom livro, foi quando a campainha tocou, era Adriana, a mais velha das irmãs, vizinhas há um pouco mais de um ano, elas, as vezes, iam para me pedir algo, pois sempre esqueciam de comprar. O diferente dessa vez é que Adriana vestia um Collant, algo que estranhei pois quando vinha aqui ou era com uma saida de banho ou com seu biquini expondo seu belo corpo, aliás, nessas horas ela me usava como avaliador de biquinis, pois comprava um e corria para minha casa para mostrar, o que me deixava sempre excitadissimo, mas não me atrevia muito, a não ser em algumas apalpadas naquela bunda gostosa, depois eu dava minha opinião e ela ia embora, e ficávamos assim. Então ao vê-la na po…

A Sogra que Sempre Quis

Começei a namorar Maysa e em pouco tempo isso virou uma grande paixão, daquelas que não conseguimos explicar e nem nos desgrudar, passávamos os dias e as noites juntos e quando não estávamos trabalhando nem estudando, tambem estávamos juntos, maysa era do tipo falsa magra e quando à conheci ela estava com um vestidinho solto que nem dava a chance de desvendar o que se escondia por baixo, mas me encantei com aqueles olhos sempre buscando por algo, ou com um olhar sapeca, do tipo que é muito curiosa com tudo que acontece ao seu redor, me encantei com tudo nela logo nos primeiros dias de aula. Começamos atransar todos os dias e ela se mostrava incansável, não me negava nada era perfeita demais, e tudo corria para um longo relacionamento. Um dia ao chegar em sua casa de surpresa, eu já tinha as chaves, vejo essa cena acima e paro de imediato, era a mãe de maysa, minha sogra como eu nunca tinha visto antes, assistindo TV muito à vontade, fiquei paralisado com a escultura que era aqu…

Primeira Vez

Oi, meu nome é Patricia, resolvi contar como foi minha primeira vez aqui, espero que gostem. eu tinha 14 anos e já vivia subindo pelas paredes de tanto tesão, me masturbava de todo jeito, pensei até que fosse ficar doente, até que resolvi contar para uma amiga de minha mãe, ela era minha confidente tinha 21 anos e me explicou tudo que eu precisava, ai começei a prestar atenção em tudo que acontecia ao meu redor. foi quando numa tarde cheguei em casa e fui procurar nossa empregadinha, a Déia, uma mulata de deixar qualquer um maluco, seios grandes uma bunda estilo Scheila Carvalho, enfim um mulherão. ao chegar no quarto de meus pais encontrei a porta fechada, espiei pela fechadura e o que vi me deixou super excitada, a Déia estava chupando um pau de uns 20 centimetros, que delicia, tentei ver quem era mas não conseguia, ela se deliciava com aquela pica, e eu tambem. foi quando o cara colocou ela de quatro e começou a meter em sua bundinha, ele era o máximo, mas quem seria? e que cara d…

Escritório da Sacanagem

Comecei a trabalhar num escritório de direito onde só tinha mulheres, e eu era portanto, o único homem do local. das oito que trabalhavam comigo, cinco eram advogadas, uma recepciopnista e uma secretária , alem da moça do cafezinho. todas vaidosas e gostosas, mas duas chamavam muito a atenção pela beleza e eram justamente as donas do escritório. um dia cheguei mais cedo e encontrei luisa sozinha no escritório fazendo seu trabalho e quando olhei em seus olhos percebi que ela chorava, perguntei o motivo e ela prontamente respondeu que seu marido havia lhe trocado por outra mais nova, me perguntava insistentemente se não era bonita o suficiente e eu nem precisava mentir, Luisa era muito gostosa, mulata, olhos negros e grandes, coxas grossas, seios grandes, sempre aparecendo em decotes que me deixavam doido, e uma bunda grande e arrebitada, enfim uma mulata tipicamente brasileira , cheia de curvas, um tesão de mulher. foi quando Luisa se levantou e colocando as mãos na cintura disse: -eu …

A Argentina Gostosa

A Copa na cidade foi uma maravilha, infelizmente pelo meu inglês ruim não consegui conversar com as Australianas e nem com as Holandesas, mas as argentinas sim, essas vieram e tinha para todos os gostos. a diferença é que de dia elas não são como as Brasileiras, mas à noite se liberam completamente e aí é tudo festa. Foi assim com Anita, uma Argentina linda e cheia de curvas que conheci aqui na fan fest. Cheguei com um grupo de amigos que vieram de Buenos Aires e Anita estava entre eles e logo de inicio me chamou a atenção por sua beleza, algo bastante dificil entre "las Hermanas".
   Assistimos juntos os três primeiros jogos e quando chegou nas oitavas de final, já éramos como velhos amigos e foi aí que convidei Anita para ir à minha casa, ao chegar no meu apartamento, ela pediu para ir ao banheiro e eu fui trocar de roupa, já que a que eu estava me incomodava um pouco. No momento em que eu tirava as calças, ela apareceu no quarto e ficou me olhando com um lindo sorri…