Rota RGB 05

Rota RGB 05
Siga a Rota RGB 05

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Amor Antigo

 

          Já fazia alguns anos que eu não à via, era linda, com um olhar cativante e sedutor, ao chegar ao restaurante ela já estava sentada ao canto, mas bem na direção de meus olhos. Fiquei de frente para ela e começamos à trocar alguns olhares, demorei para perceber que era ela, um amor antigo que tive, mas o jeito que percebi, isso é que foi interessante. Ouvíamos uma pequena entrevista e o palco ficava praticamente entre nós, foram alguns minutos até que o entrevistado fez uma colocação que me fez lembrar aquela bela mulher e de onde eu à conhecia.O "cara", em dado momento falou:-quem nunca teve um amor de verão? e falou nisso porque falava em inspiração, inclusive tinha feito uma música , inspirada em um desses amores de verão.Foi quando olhei para a tal conhecida e naquele momento enquanto ela movia os olhos, talvez lembrando um amor passageiro, que percebí, era ela, uma das musas de minha adolescência e que comigo talvez, tenha tido os bons momentos que agora lembrava. E essa história aconteceu assim...

   Estava caminhando pela praia quando me chamou a atenção um belo corpo estirado na areia, para falar a verdade, o que chamou a atenção foi uma bela bunda estirada na areia.Passei por ela umas quatro vezes, até que ela me visse e aí resolví puxar conversa, e papo vai, papo vem, tínhamos alguns amigos em comum do meio em que trabalhávamos, ficamos conversando sem ver o tempo passar, até que o sol escaldante, nos fez decidir sair dali, mas antes omos dar um mergulho. deixei ela dar uns passos à frente para poder admirar aquele belo corpo, então me juntei à ela. A primeira onda veio forte e ela perdeu a parte de cima do biquini, e ajudei a recolocar, não sem antes observar seus belos seiose elogiar. Ela sem jeito agradeceu, mas uma onda mais forte ainda à jogou em meus braços, ela de costas pra mim numa bela encoxada, aproveitei e à abraçei, puxando seu corpo de encontro ao meu e virando-a para mim dei um beijo naquela boca carnuda, fui correspondido e ficamos alguns minutos ali grudados, eu alisava aquele corpo todo que ainda por cima estava molhado e salgado devido ao mar.
   fomos ficando cada vez mais ousados e com a água pela cintura fiz com que ela colocasse as pernas ao redor de minha cintura e assim acabei afastando seu biquini e com a sunga larga, pude colocar o membro de lado, mas suficiente para a penetração. Com o balanço das ondas foi tudo ficando cada vez melhor.
   Mas as ondas deram uma trégua e o mar mais calmo nos possibilitou que pudéssemos namorar mais um pouco, trocando beijos e caricias. Ela estava adorando, e eu cada vez mais excitado pedi que fossemos à meu apartamento que ficava bem próximo dali, recolhemos a toalha e fomos quase que correndo para meu apê. Ao chegar nos grudamos novamente, mas aí pude deixá-la nua e com a lingua me deliciei naquela gruta gostosa,mas fiz um longo caminho para chegar até ali, começando pelos dedos do pé, tornozelo, panturrilhas, coxas e enfim aquela maravilha...
   Depois me dediquei àqueles belos seios que pareciam terem sido feitos para serem sugados com amor e tesão. nesse momento abri bem suas pernas e pude penetrá-la profundamente e ela rebolava como ninguem, que delicia de mulher, segurava sua bunda, deixando agora que ela me cavalgasse. para encerrar, coloquei-a de quatro e tive à minha disposiçào aquela bela bunda que me fascinara pela manhã na praia.Gozei feito um animal e caímos na cama exaustos....Acho que foi por isso que ontem ao revê-la, ela estava recordando nossos belos momentos.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

No Elevador

       Entrei como todos os dias naquele elevador e estava cheio como sempre. eram intermináveis trinta andares até o meu destino. entavam pessoas de todas as idades, cores, classes, profissões, enfim uma variedade imensa de pessoas. e muitas vezes, belas mulheres.
   Hoje, entrou uma bunda, quer dizer, uma mulher com uma deliciosa bunda bem desenhada embaixo de uma saia justissima, daquelas que é impossivel tirar os olhos. Se me perguntarem como era seu rosto não saberei responder, só tinha olhos para aquela bunda.
   Mas, a parte boa da história começou quando descia do trigésimo andar para o térreo, e foi onde a bunda entrou. vestida como eu disse antes numa curtissima saia justa que definia inclusiveo leste do oeste, el entrou no 29 e foi até o subsolo, e o elevador foi enchendo e adivinhem, e encostou em mim e ao primeiro toque fui ficando excitadissimo, ela sentiu e foi chegando mais próxima de mim.
   No inicio, por educação, até me afastei, mas era impossivel ficar longe dela, então comecei à alisá-la suavemente, e vendo que não tinha resitência, fui ficando mais audacioso. alisava suas pernas e comecei a levantar seu vestidinho e explorei aquela bundamaravilhosa que estava com uma calcinha bem pequena que se escondia naquele bundão, foi aí que enlouquecí e por pouco não esqueci que estava num elevador.
   Quando sentí aquela bunda macia e malhada, que só de ver já era boa, tocando então era deliciosa. Num ato de extrema excitação e coragem, botei de lado aquela calcinha(com bastante dificuldade, devido ao espaço), e encontei meu membro, forçando só a cabecinha, mas em pé e com pouco espaço era bastante complicado, esperei chegarmos ao térreo e à puxei até meu carro, fomos à um motel e aí sim encontramos o paraiso.essa mulher era sensacional.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Fodi a faxineira do predio e a vizinha viu ....

Moro em um predio de classe media alta e temos uma faxineira moreninha que por baixo daquele uniforme horroroso , sempre me pareceu bem comível . Sou muito educado com todos os funcionarios e todos gostam de mim , inclusive a gostosinha da faxineira . 
Um dia acidentalmente entrei na cozinho do predio para pegar agua para o radiador do carro e me deparei com ela trocando de roupa . Estava de calcinha , sutiã e uma botina medonha ... ; quando entrei ela estava começando a vestir a calça do uniforme e procurou se esconder atrás da peça . Levei um pequeno susto , mas imediatamente fiquei com tesao e na hora resolvi tirar proveito . Cheguei perto dela , que se encolhia atras da calça e perguntei se ali era vestiario de funcionarios . Ela nao disse uma palavra , só balançou a cabeça , que não . Dei a volta por trás dela e vi um rabinho moreno jambo lindo , com a calcinha enfiada no cu . Passei a mao e apalpei aquela bundinha linda e ela deu um pulinho se afastando levemente . Não me dei por rogado e abracei-a pela cintura , encostando meu pau duro na sua bundinha e com a outra mão peguei nos seus peitinhos . Ela estava gelada ! Cochichei no seu ouvido que ela nao precisava ter medo , que ela simplesmente tinha me deixado com tesao , e que eu sabia que por baixo do uniforme horrivel , tinha uma bela mulher . Ela permaneceu imovel e muda , mas relaxou . Virei-a para mim , e sem cerimonia beijei-a com força colando seu corpo no meu . Modestia a parte eu gosto de beijar de tirar o folego da mulherada . Ela perdeu o ar e continuei atacando , ja estava no maior malho apalpando seus peitos e enfiei a mão em sua calcinha . Novo pulo , mas ela estava bem cinturada e nao escapou , sua boceta estava encharcada . Ela começou a balbuciar que era perigoso e coloquei-a sentada em cima de uma mesa vagabunda que tem lá . Fui para a porta e para minha sorte vi que tinha chave . Tranquei a porta e voltei para o ataque . Sentei em uma cadeira na frente dela e mergulhei em sua boceta . Eu adoro chupar boceta ! E as mulheres dizem que eu o faço MUITO bem ! Afastei a calcinha e comecei a mamar , a posição nao estava boa então empurrei delicadamente seu tronco para tras e ela deitou na mesa , mamei como um louco e em dois minutos ela estava grudada nos meus cabelos gozando e tremendo .... foi uma delicia . Estava com um tesao do caralho , mas o lugar era um perigo e resolvi deixar para comê-la em outra hora . Larguei-a do jeito que estava , dei um beijo com a boca cheia do seu proprio gozo e sai . Quando saio da cozinha , com a cara toda melada , dou de frente com uma vizinha japa gostosa pra caralho, com o ouvido encostado na porta , querendo saber o que era aquela gemeção .... ; não falei nada e fui embora . Ainda vi quando ela pos a cabeça para dentro da cozinha e deve ter visto a faxineira pelada se recompondo . Depois continuo esta historia .... pois nao sosseguei enquanto nao enrabei a faxineira e de quebra ainda comi a vizinha ... kkk

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Dorminhocas



DORMINHOCAS


Me chamo Jaime, 36 anos, casado com Claudia, 31 anos. Somos casados ha 6 anos, não temos filhos e sempre que podemos viajamos para aproveitar esta condição. Moramos numa cidade do litoral Paulista e neste verão fomos passar as férias num Hotel fazenda no interior do Estado.La chegando, alugamos uma cabana. Após alguns dias, ficamos amigos de outros casais que ali estavam. Com o passar dos dias muitos foram embora e de todos, ficou apenas um outro Ele com 39 e ela com 34 anos.Uma morena tipo mulherão, muito gostosa que tinha uma bunda e uma testa de boceta muito saliente. Passamos a ser amigos e todos os dias saiamos juntos, almoçavamos e jantavamos. Numa noite, fomos jantar na cabana de nossos amigos. Como estava muito quente,minha esposa foi vestida apenas com uma calcinha branca e por cima tambem um vestidinho branco um pouco acima dos joelhos. Não liguei, pois era uma roupa normal de verão e jamais imaginaria que pudesse acontecer alguma coisa.O Casal nos recebeui muito bem. A nossa amiga estava demais, com uma mini saia jeans e a parte de cima do biquini. O tempo foi passando, muitas cervejas vieram e varias gargalhadas foram dadas. Por volta de duas horas, eu e meu amigo estavamos meio bebados e por isso cada vez tomavamos mais.Minha esposa convidou-me para ir, porém disse para esperar mais um pouco. As duas então disseram que poderiamos ficar conversando que elas iriam dormir, pois estavam muito cansadas. Após uma hora resolvemos que tinhamos que dormir também. Nos dirigimos ao quarto para chamar minha esposa e foi aquela surpresa. Minha esposa estava deitada de barriga pra cima, porém sua saia havia subido, deixando toda sua boceta a vista, mesmo coberta pela calcinha branca que não escondia nada. Fiquei meio envergonhado.Ao seu lado a mulher de meu amigo também mostrava sua bocetinha, pois sua mini saia também havia subido.Ficamos alguns minutos observando as duas mulheres, quando meu amigo foi em direção de minha mulher e começou a cheirar sua boceta e dando-lhe um beijinho. Na hora fiquei sem ação, mas este veio até mim e disse pra fazer o mesmo com a dele. Assim fiz. foi a visão mais gostosa que ja tive. Aquela potranca ali pertinho de minha boca. Ficamos de pau duro e num sinal ele me convidou para nos retirarmos. Fomos até a cozinha e ele passando a mao no pau me disse que nestes ultimos dias estava tarando muito minha mulher, inclusive ja havia se masturbado por ela, assim sendo, me pediu par deixa-lo aproveitar um pouco a situação e que poderia fazer o mesmo com a sua, pois tambem sabia que eu a alhava muito.No inicio até pensei, mas acabei concordando.Voltamos pra o quarto e ele pegou a filmadora e começou a filmar as duas ali deitadas. chegava com a câmera bem pertinho das bocetas. Ficamos com muita tesao e decidimos que cada um comeria a esposa do outro. Combinamos voltar na noite seguinte, porem trariamos um sonífero para que elas não viessem a acordar. Quando chegou a noite, aconteceu tudo como planejamos, após varias cervejas, colocamos o tal sonifero para as duas, porem, cada um foi para sua cabana, para que elas nao desconfiassem. Após uma hora de sono, tentei acordar Claudia, sendo que dormia igual uma pedra.deixei-a bem aberta, tirei sua calcinha e sai em dirção a cabana de meu amigo, que ja me esperava para fazer a troca. Entrei e encontrei sua esposa todinha pra mim. Tirei-lhe a calcinha, deixei-a peladinha. Chupei sua xoxotinha. Após uns dez minutos comecei a meter naquela bocetinha. Comi pra valer. Quando estava pra gozar, tirei e meti em sua boca. Esporrei dentro da boca e lambuzei todo seu rostinho lindo.Fiquei por mais uns quinze minutos e meu pau endureceu novamente. Comecei a meter mais uma vez. Deitei-a de bunda pra cima e tentei comer seu cuzinho, porém nao consegui, pois era muito apertado e ela ameaçou acordar. Tive que gozar bem dentro dela. Me recompus, coloquei minha roupa e fui pra minha cabana pra fazer a troca. Quando chegeui, meu amigo ainda estava em cima de Claudia que dormia que nem um anjinho. Ainda assisti ele gozar no rosto dela. Sua Boceta estava larga, pois o pau dele era um pouco mair que o meu. ele saiu de cima e me perguntou se havia gostado. Disse que sim. Ele disse que havia gozado tres vezes nela e eu lhe disse que havia duas apenas. Nos despedimo e ele foi embora. Na Manhà nos encontramos na piscina e tudo parecia normal. perguntei-lhe se ela havia desconfiado, ele disse nao. Continuamos ali no Hotel por mais uma semana sem que as duas esposas gostosas soubessem que foram comidas por outro. Após as férias voltamos as nossas vidas normais, porém ja combinamos nos encontrar no próximo ano. Combinei com meu amigo, que faremos tudo novamente e ele disse que sim, me passando cópia de fita que ele havia gravado das duas dormindo e tambem de minha esposa sendo fodida por ele.