Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Uma Coleguinha Especial

Ela era muito gostosa, era minha coleguinha há uns três meses mais ou menos e sempre vinha puxar conversa comigo, mas eu notava que ela tinha alguma dificuldade que eu ainda não conseguis identificar se era grave ou não, era algo muito sutil. Do tipo frágil que tem dificuldades para entender algumas coisas é daquelas que muitas vezes não temos muita paciência para explicar as coisas mas ela valia à pena, valia qualquer sacrificio porque aquele corpo devia ser uma delicia.
   Ela costumava sentar na minha frente na sala de aula e sempre aparecia muito bem vestida, sempre com decotes, transparências e roupas curtas que realçavam suas belas curvas e me faziam imaginar que não tinha nada grave mesmo, senão nem deixariam ela sair de casa assim.
  Eu havia ficado muito amigo de sua melhor amiga, aquela que não desgrudava nem por um segundo e acabamos tendo algumas transas casuais. Um dia a amiga convidou ela para ir lá em casa e fomos os três, mas confesso que nem pensei em nada, rim…

Dias de Prazer com Mariúza

Quase não acreditei quando ela bateu em minha porta, havia sido indicada por uma parente que havia gostado muito de seu trabalho. Era linda, baixinha do tipo gostosa, com um corpinho perfeito que parece ter sido moldado para o prazer.
   Seu Nome?Mariúza. Era minha nova diarista. Entrou falante, contou sua vida e foi colocar sua roupa de trabalho, quando voltou tive outra bela surpresa, dessa vez Mariúza estava com uma roupa colada ao corpo, do tipo que se usa para fazer ginástica e pela marca, dava para ver que a calcinha era minima, que deixava qualquer uma bem gostosa, imagina quem já era gostosa por natureza. E assim foi durante toda a manhã, Mariúza limpando as janelas, as esquadrias, a cozinha, o banheiro, o chão...
   Nessa hora mais uma vez tive que parar o que fazia, pois ao me dirigir à cozinha lá estava Mariúza de quatro limpando o chão, confesso que fiquei paralisado com aquela bela cena, ela percebeu e me deu um lindo sorriso, peguei o que queria na cozinha e voltei para…

A Moleca-By Sapinha

Desde pequena, sempre fui uma verdadeira “moleca”, brincava mais com os meninos do que com as meninas, subia em arvores, fazia guerrinha de agua, jogava futebol, parecia um menininho. com treze anos dei pro meu pai(conto-primeira vez),dai em diante, quase toda a rua me comeu, e nunca me arrependi de nada. um dia a turma foi jogar numa quadra sintética e me convidou, claro que fui correndo, jogamos a tarde inteira e ai fomos para o vestiário tomar banho, imagina eu ali já com o corpinho bem gostosinho e em formação, com outros seis meninos, todos de pau duro. Conversávamos animadamente, e iamos tirando a roupa para o banho, fiquei de calçinha e Janjão, que estava atrás de mim comentou:-Puxa Patty, que bundão que tu tá hein?, os outros meninos quiseram ver, já que eu sempre vestia roupas muito largas, e concordaram com janjão. Tirei a camiseta e fiquei com os peitinhos livres, eles eram médios ainda, então os meninos vieram e me cercaram, mostrando seus paus, um diferente do ou…