Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Dando no Parque

Estava com um amigo conversando em um parque aqui da minha cidade. É um parque localizado na parte central da cidade com muito verde e vários locais para descanso, conversas reservadas, lazer e esportes.
  Conversávamos num local tipo "coreto", mais afastado, quase á beira do pequeno lago onde as pessoas passeiam de pedalinhos. Nisso um cachorrinho veio correndo em nossa direção e começou à brincar com nós dois, ele usava uma coleira, o que significava que o dono ou dona estivesse por perto, ou ele estava perdido mesmo.Acabamos esquecendo o bichinho ali e continuamos com nosso papo, quando chega uma mulher, com uma tremenda pinta de vileira e chama o cachorrinho pelo nome, era Bóbi se não me engano, e ele vai atrás dela, mas ela, curiosa quis saber onde ele estava todo aquele tempo, aí nos viu ali conversando e puxou conversa tambem.
   Como disse, tinha um jeito e uma pinta de vileira, estava vestida com um biquini vermelho e uma saia justa por cima, seus seios eram…

A Vizinha e sua prima

Olá pessoal. Tenho uma vizinha que é uma verdadeira gracinha, ela é uma garota que partiu de um corpo de menina a corpo de mulher em 1 ano. É um DELÍCIA com todas as palavras, vou descrevê-la: Pele branca, olhos e cabelos liso castanho claro, 1,65m de altura, seios que cabem exatamente na palma da mão (seus seios são tão durinhos que ela dança e eles mau se mexem), bundinha empinadinha e coxas proporcionais, sem um pingo de barriga ou algo sobrando ou até faltando, ou seja, a garota tem um corpo perfeito. É o tipo de garota que todos os meus amigos sonhavam em tirar a virgindade, e todos diziam “O primeiro que comer a Kelly vai ser o cara mais sortudo do mundo”, e a sorte estava do meu lado, eu ja havia dado ums beijinhos nela e ninguém sabia. O tesão percorreu os nossos corpos desde a primeira vez em que nos beijamos, e a partir daquele momento sabíamos que seria inevitável que rolasse uma transa. Porém como me encontrava na época com 21 anos e ela com apenas 18, fiquei muito arredi…

Bom Bom era Tudo de Bom

Bom-Bom era uma linda(e gostosa) empregada. Mulata, seios médios e uma bunda digna das mulatas das Escolas de Samba. E tudo aconteceu assim:
"Um dia ao chegar em casa, me deparei com "aquilo tudo"ali na cozinha e descobri que era a nova empregada. Passei a observar aquela musa e ví que minha chance estava chegando, pois ficaria cuidando da casa durante um mês inteiro. Para facilitar o trabalho, minha mãe pediu que ela passasse a dormir ali em casa, pois não teria que se preocupar com os horários dos ônibus e a moça era solteira mesmo, uniria o útil ao agradável.
   No primeiro dia que estava sozinho com Bom Bom, ela demorou a levantar e preocupado fui à seu quarto, ao chegar, minha deusa estava dormindo com uma lingerie vermelha minúscula que mal cobria sua generosa bunda, me ajoelhei ao lad da cama e começei a chamar por ela que parecia estar bem cansada.Vendo que não tinha resistência começei a apalpar aquele bundão gostoso e fui ficando cada vez mais excitado…

Comi a Cliente Gostosa e Casada

Tenho 28 anos e sou técnico em eletricidade . Sou moreno, porte grande , e modéstia à parte, considero-me bem apessoado. Recentemente fui contratado por um casal para reformar o home theater de um apartamento no Alto de Pinheiros. Já conhecia a dona da casa, Cinthia, da época em que ainda era solteira, pois havia feito um serviço na casa de seus pais. Fui num sábado me reunir com ela e seu marido, Fred, para conhecer a obra e propor um orçamento. Cinthia estava ainda mais gostosa do que quando a conhecera 6 anos antes: agora com 32 anos de idade, tinha ganho mais corpo. Pele branca como o leite, cabelos castanhos, puxando para o ruivo e na altura dos ombros, olhos verdes, peitos grandes e duros e uma bunda de fechar o trânsito. O tamanho era, em minha opinião, o ideal para meter – 1,55 m, com peso proporcional. Nesta reunião ela vestia legging e top, pois tinha voltado da academia, e tive que disfarçar minha ereção quando percebi a xoxota gordinha sob o tecido de lycra. O marido dela…